ILC contra o Acordo Ortográfico

Ler, assinar, divulgar

Posts com a Tag Portugal

Renascimento

1 comentário

Fim

22 comentários

1. Tudo começou no dia 25 de Setembro de 2008, num “post” em que se referia a possibilidade de avançar com uma Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra a entrada em vigor do Acordo Ortográfico. Redigida e publicada a ILC, começaram a ser recolhidas assinaturas no dia 8 de Abril de 2010. Em Março de 2014 foi […]

«prontificou-se para por mãos à obra» “barlavento online“ «utilização pelos Governos do espaço orçamental de que disponham para, por exemplo através de mais investimento…» “Público“ «Boly para por tempo indeterminado» “A Bola“ «pessoas dispostas a viajar para Marte, para por lá ficarem para sempre» “Renascença“ Ver índice cAOs

Na (longa) entrevista que seguidamente se transcreve, o linguista Marcos Bagno “bota a boca no trombone”, como dizem os brasileiros na sua cirúrgica expressão idiomática. Desta vez discorre Bagno, pormenorizadamente, sobre a forma como foi (mal) parido o “acordo ortográfico” de 1990 e coloca a questão no plano político, já que de facto não existe […]

«Bem vindos ao programa do Provedor. Já aqui falámos sobre o acordo ortográfico. Hoje voltamos a este assunto, que divide muitos portugueses, para ouvirmos o jornalista João Fernando Ramos que, no “Jornal 2”, se ocupou do tema e que, por lapso da minha parte, não participou no programa anterior, quando deveria ter participado.» Jaime Fernandes, […]

[Rubrica “Móce Mó” emitida em 15.06.15 pela Olhão TV.]

«relógio homem quarzo preto» “PixMania.pt” (119 ocorrências de “quarzo“)*

“Facetoons”, 11.06.15. Ver mais Desenhos.

[Notícia do canal de televisão SIC emitida num noticiário de hoje, 11.06.15, sobre uma manifestação contra o AO90 “organizada através das redes sociais” na “baixa” de Lisboa. A publicidade no vídeo é inserida automaticamente pela SIC.]

(Des)acordo ortográfico: “insegurança ortográfica” (2) 1. Já afirmámos (artigo anterior) que o acordo ortográfico (AO) veio criar enorme “insegurança ortográfica”, onde esta antes não existia; subestimaram-se vários pareceres solicitados que alertavam para isso mesmo. Aliás, no ano passado, o Parlamento recomendou ao Governo a constituição de um grupo e trabalho para acompanhar o processo de […]