Justiça lhe seja feita, o “site” do recenseamento — além de se manter escrito em português correcto — funciona mesmo bem [https://www.recenseamento.mai.gov.pt].

No dia em que fez 18 anos, Pedro Lopes Valente foi lá e meteu os dados do seu Cartão do Cidadão. E não é que o seu número de eleitor já lá estava?

IMG_2299

Nos tempos que correm, muitos tentam reduzir o exercício da cidadania à simples sucessão dos diversos actos eleitorais. Teria Pedro Valente de esperar pelas próximas eleições para fazer valer os seus direitos enquanto cidadão? Nada disso: no próprio dia em que fez dezoito anos subscreveu a ILC.

Não é o primeiro boletim que recebemos de um cidadão com esta idade, mas será certamente a subscrição mais rápida que já nos chegou às mãos.IMG_2302

Para seguir este exemplo basta descarregar o boletim de subscrição, preenchê-lo com os seus dados (incluindo o nº de eleitor constante no “site” do recenseamento eleitoral) e enviar o impresso para a morada que consta no próprio boletim.

[Notas: este “post” esteve inicialmente agendado para o próprio dia 31 de Julho de 2013, dia de anos do Pedro e data em que subscreveu a ILC. No entanto, decidiu-se adiar a sua publicação até que o GT AO produzisse resultados. As imagens do “site” do MAI e do boletim de subscrição são publicadas com a autorização do subscritor.]