Cara Amiga e Presidente Elsa Rodrigues dos Santos,

(Qua, 06Jun2012, 22h30) Decidiu a SLP adoptar (adotar, adutar, etc.) o famoso Aborto Hortográfico. Com (sincera) mágoa, venho desligar-me de todas as actividades da SLP, inclusivamente como sócio, neste seu (da SLP), vosso e (ex-)nosso dificílimo momento. De facto, não quereria ser conotado –eu, que sempre o abjurei– com este atentado linguístico e, principalmente, científico.

Fico, no entanto, ainda, ao dispor para “passar o testemunho”, se assim o entenderem, quanto ao sítio Internet da SLP, que gratuitamente construí e mantive com gosto, no sentido, eventualmente, de vos sugerir alguém ou alguma entidade para dele cuidar.

Creia, amiga Elsa –assim continuarei a considerá-la–, que é com desgosto que tomo esta decisão, mas desgosto e vergonha maior é ver-vos, a si e à Sociedade, enveredar por esta degradação e subserviência.

Cordiais saudações,

Miguel Casquilho

[carta enviada pelo Eng. Miguel Casquilho à SLP e reproduzida com a autorização do autor. Cópia recebida por email.]