O Acordo Ortográfico visa dois objectivos: reforçar o papel da língua portuguesa como língua de comunicação internacional e garantir uma maior harmonização ortográfica entre os oito países que fazem parte da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).
Em primeiro lugar, a aplicação do Acordo Ortográfico e a definição de uma base ortográfica comum aos oito países que partilham este património linguístico permitem reforçar o papel da língua portuguesa como língua de comunicação internacional. Trata-se de algo particularmente relevante na criação de oportunidades e na exploração do seu potencial económico, cujo valor é consensualmente reconhecido.
Este instrumento visa contribuir para a expansão e afirmação da língua através da consolidação do seu papel como meio de comunicação e difusão do conhecimento, como suporte de discurso científico, como expressão literária, cultural e artística e, ainda, para o estreitamento dos laços culturais.

Resolução do Conselho de Ministros (português) n.º 8/2011

I Congresso de Internacionalização do Português

Os eventos objetivam discutir políticas linguísticas relacionadas à internacionalização do português brasileiro, decorrente do papel do Brasil no contexto contemporâneo das relações internacionais. Concomitantemente, visa a discutir políticas linguísticas e educacionais que promovem o ensino português como língua estrangeira e/ou segunda língua para estrangeiros e também para cidadãos brasileiros falantes de outras línguas (surdos, indígenas etc.).
Pretende informar às comunidades interna e externa à UERJ, especialmente, sobre as pesquisas mais recentes nas áreas de PL2E e PL2S, marcando a inserção da UERJ como uma das Instituições que promove pesquisa e formação de professores nesse campo de estudos e atuação profissional. Os eventos procuram trazer resultados que se transformem em respaldo para o processo de internacionalização da UERJ.

Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Brasil