Diz o poeta e jornalista Álvaro Alves de Faria.